Autor: Oscar Guelli
Editora: Ática
Ano: 1997
Páginas: 39
Gênero: Infanto-Juvenil

Resenha por: Leila
Nota: ★★★ +  

André é superdesastrado, só causa confusão ao seu redor. Mas a chance de se tornar o heroi (ou a vergonha) da escola chegou: ele vai representar a sala nas Olimpíadas de Matemática. O problema é que o conteúdo da competição é justamente a tabuada do 9.


Este livro conta um pouco da vida de André, um menino que possui mãos grandes e fortes e é muito desastrado. Além de se atrapalhar com as mãos, também costuma tropeçar, bater e derrubar objetos. Em casa todos acabam se divertindo com suas "trapalhadas", menos sua mãe, que precisa limpar e organizar tudo! Mas isto não o aborrece. É na escola que reside o problema, pois André é alvo de gozações dos colegas.
É interessante trabalhar com este livro em sala de aula, pois podemos abordar a situação e os sentimentos de alguns estudantes que possuem problemas que afetam a coordenação motora, falar sobre bullying, sobre respeito às diferenças.
O pai do André, que é professor de História e sabe muitas coisas sobre os povos antigos, começa a contar para o menino como eles faziam seus cálculos usando os dedos das mãos. Com paciência e sabedoria, o pai de André faz com que ele perceba que suas mãos podem ser usadas a seu favor e o ensina a tabuada do 9, com as mãos.
No dia seguinte estava programada uma Olimpíada de Matemática na sua escola e adivinhem quem foi escolhido para representar a turma? Muito nervoso André começou a resolver os problemas e ...
Para saber o que aconteceu é necessário ler o livro!
Após ler este livro, os estudantes irão fazer muito rápido e corretamente as multiplicações por 9! Nas últimas páginas, encontramos algumas perguntas de reflexão e interpretação da história, além de algumas multiplicações por 9, com ilustrações de como fazer os cálculos com os dedos.
Neste livro há multiplicações, divisões, expressões numéricas, resolução de problemas e jogos na calculadora. É indicado para estudantes a partir do 4º ano.    


Um Comentário

  1. Anônimo19/10/17

    quase me ajudou com o meu trabalho

    ResponderExcluir

Poste seu comentário!