Oi!
Não quis atualizar o "status da montagem" do quebra-cabeças mais seguidamente, pois pensei que poderia ficar cansativo, mas hoje estou muito feliz de poder contar que ele ficou lindo! É verdade, já terminei.
Se contei para vocês os desafios pelo qual passei no início, a demora que foi para encontrar as peças que compunham a borda dele, depois separar as peças pela cor (e era um mar de peças! kkkk). Depois de separar cada cor em um saquinho diferente e ainda separar as peças da mesma cor, pelo formato e tudo isto, sem muito espaço, pois ele é ENORME, conto agora outras situações não tão fáceis pelas quais precisei passar! Muitas peças eram tão parecidas, tão gêmeas univitelinas, que confesso ter percebido que estavam trocadas dias depois de tê-las encaixado... Tinham duas "gêmeas", em especial, com uma pequena diferença na tonalidade da cor, que só após ter uma boa parte montada, olhei e pensei: "que estranho! A tonalidade desta peça está destoando das outras!" E após uma observação mais minuciosa, percebi que estavam no lugar trocado.
Mas apesar das dificuldades, não desisti! Escutei muitos dizerem que isto era coisa para loucos, que deveria forçar o encaixe das peças, para terminar mais rápido e, se necessário, cortar algum pedacinho ou pintar alguma peça! Escutei muitos absurdos!
Além de todas estas dificuldades naturais, que todas as pessoas que montam quebra-cabeças passam, tive mais um desafio: mudei de casa! E as decisões acabaram ocorrendo muito rápido, assim como a mudança.
Vocês não imaginam minha tristeza, ao chegar em casa um dia para almoçar e ver que uma parte muuuito grande dele estava desmontada!!! Minha mãe, uma senhora idosa, pediu ajuda aos vizinhos para fazer suas trouxas de roupas para a realização da mudança, pois trabalho o dia todo e não queria me esperar e pensava que iria me sobrecarregar com mais este trabalho. Então, nossos antigos vizinhos, sempre muito solícitos, foram ajudá-la, mas acabaram esbarrando numa das pontas do eucatex, que eu usava como base para o quebra-cabeças, mas que ficava além da mesa. Quando cheguei, vi aquele baita pedaço desmontado e que eles jogaram as peças que caíram e desencaixaram em vários lugares. Algumas, inclusive, ficaram longe do seu lugar de origem. Fiquei, por alguns instantes, desnorteada! Não sabia se procurava remontá-lo ou se começava a encaixotar tudo para a mudança. Pensei em fotografar, registrar a "desgraça", mas, o que estava feito, estava feito! O tempo não volta atrás. Não adianta ficar se lamentando, se queixando, chorando, fotografando. Tudo isto, só faz com que desperdicemos mais nossas energias. O jeito é ver o que podemos fazer, pensar nas soluções e seguir adiante. Foi o que fiz!
Depois de muitos dias sem quebra-cabeças, pois após a mudança, precisei arrumar e limpar a casa "nova", fui recomeçar. Ao desenrolá-lo, mais susto e tristeza: por ter ficado muito tempo abandonado, a parte que se infla para enrolar o quebra-cabeças, acabou se esvaziando e, como resultado, percebi que mais algumas partes estavam desmontadas. Mas desta vez, não fiquei tão aborrecida! Vamos aprendendo as lições e ficando mais fortes! Com paciência e determinação, segui em frente! Sempre sozinha, mas agora, parecia que tudo estava ficando mais fácil. Ainda não tenho certeza, se vai ficando mais fácil ou se nós vamos ficando mais espertos, mais experientes ou mais determinados.
Quando faltavam bem poucas peças, um sobrinho, que estava morando fora, chegou para me ajudar. Foi muito bom, ter alguém querendo ajudar! Estávamos na reta final!
Deixei as peças pretas por último, pois tenho mais dificuldade com as peças escuras, principalmente porque o pano do fundo era preto e sentia dificuldade para enxergar. Havia 189 peças pretas. Não foi fácil esta reta final, mas agora, não me sentia tão sozinha.
Não saberia explicar realmente o sentimento que me invadia neste período, pois ao mesmo tempo em que via a evolução da montagem e ficava exultante, sentia algo como uma saudade de montá-lo, uma melancolia...
Foi com um aperto no coração que o levei para enquadrar...
Mas não contei um fato muito importante!!! A última peça não encaixou no espaço que havia. O formato do espaço era igual ao da peça, com uma diferença pequena de tamanho. Não encaixou! Desmontei todos os lugares com peças pretas, procurando remanejar o lugar delas, procurando achar algum erro. Encaixei tudo de novo. De novo sobrou apenas um espaço, do mesmo formato da peça, mas não encaixou... Fiquei um tempo sem tentar de novo e quando cheguei em casa um dia, lá estava a peça, encaixada naquele lugar. Foi meu afilhado! Mas ele forçou o encaixe e a peça ficou um pouco "ferida", coitada! Mas, agora, resolvi deixar assim, pois como ela ficou deformada, nem sei se conseguiria remontar e descobrir o real lugar dela... Por isso, dei por montado o quebra-cabeças...
Chegamos numa vidraçaria da minha cidade e começamos a passar a cola especial para quebra-cabeças nele. Na hora de deixá-lo lá, sozinho, longe da minha presença, mais um pouco de aperto. No dia marcado, em que ficaria pronto, a atendente falou que não havia conseguido enquadrá-lo. Lembrei de uma prima que, certa vez, levou um quebra-cabeças e acabaram desmontando na loja e não tiveram coragem de dizer. Os funcionários da loja resolveram montá-lo sozinhos e, por isso, demoraram um século para entregá-lo. Será que o meu tinha tido o mesmo destino?
NÃO!
Comigo foi diferente! Eles perceberam que uma parte não estava bem colada e passaram mais cola. Só que usaram outra cola, que não era a especial para quebra-cabeças, e... Ele ficou todo manchado! Após ter entrado em contato para saber quando me entregariam, acabaram me contando o que houve. Ficaram muito aborrecidos, mas foram muito solícitos. Se prontificaram a comprar um quebra-cabeças igual e montá-lo para mim.

Assim termina esta história, que não teve um fim... Mas, certamente terá um recomeço! Vou aceitar, sim, que eles comprem outro quebra-cabeças, no entanto, pedirei que me entreguem para que eu monte. Afinal, precisamos sempre recomeçar e estou disposta a aceitar novamente mais desafios.
#AgoraTodasVaoEncaixar
Registros de algumas fases:








8 Comentários

  1. Quantas lições a vida nos dá.... e o importante é estar aberta pra recebê-las né? Saudades.... bjs!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade... Saudades! ♥ Beijão

      Excluir
  2. Nossa, ficou lindo o quebra-cabeça! Você fez um bom trabalho, parabéns! Beijos.

    http://livro-apaixonado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Júlia! Beijinhos, Leila

      Excluir
  3. Parabens pela montagem. Estou montando o mesmo quebra cabeca. Meu gato ja desmontou e mordeu as pecas duas vezes. Voce tem mais fotos proximas que permitam identificar as pecas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Luciano! Não tenho mais fotos. Acho que acabei excluindo...

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Olá estou tentando montar o meu já algum tempo mais é muito complicado será que não poderia me enviar fotos de algumas partes do seu montado ?

    ResponderExcluir

Poste seu comentário!